Notícias

19/06/2018

GLP prevê menor procura por galpões no 2º semestre

A Global Logistic Properties (GLP) - detentora do maior portfólio de galpões do Brasil - fechará o primeiro semestre com novas locações de quase 100 mil metros quadrados de galpões, dos quais cerca de um terço foram contratados, recentemente, pela empresa de comércio eletrônico Mercado Livre, em condomínio logístico de Louveira (SP). "Esperamos um segundo semestre bom, mas não no nível do primeiro semestre. A demanda está menor do que no fim de 2017 e do que no início deste ano", conta o diretor de desenvolvimento de novos negócios da GLP, Ricardo Antoneli.

A expectativa para os próximos meses se baseia no fato de 2018 ser um ano eleitoral e das incertezas decorrentes da greve dos caminhoneiros, de acordo com o executivo. "O nível de demanda continua alto, mas a tomada de decisão de contratação de áreas está um pouco mais lenta do que no primeiro trimestre", afirma Antoneli.

Não se espera, porém, segundo o executivo, que a desaceleração do fechamento de novas locações se reverta em queda dos preços de aluguel de galpões, pois a taxa de vacância está caindo, e há menos entregas previstas do que as dos últimos anos. Justamente pela redução da oferta, o diretor da GLP avalia que os valores de locação podem começar a ter aumento real a partir do fim deste ano ou do início de 2019.

O portfólio de galpões estabilizados da GLP soma 2,8 milhões de metros quadrados. No ano passado, a GLP fechou novas locações de 270 mil metros quadrados, área recorde desde que a empresa deu início às suas operações no país, em 2012. Os valores nominais se mantiveram, em 2017, mas houve perda real, pois a inflação não foi repassada.

No primeiro semestre, os preços ficaram estáveis. Com a contratação recente de 34 mil metros quadrados, o Mercado Livre passa a ocupar 51 mil metros quadrados de galpões da GLP. Os outros 17 mil metros quadrados se situam no mesmo condomínio logístico. Neste ano, além de Louveira, a GLP fechou novas locações em Guarulhos (SP) e no Rio de Janeiro.

Fonte:Valor Econômico

 

Voltar para histórico de notícias

FALE DIRETO COM A GENTE

Entre em contatoENTRE EM CONTATO

VIDEO CORPORATIVO

Assista no nosso canal do Youtube